http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/issue/feed Múltiplos Acessos 2021-12-24T00:46:12+00:00 Fabio Machado de Oliveira multiplosacessos@gmail.com Open Journal Systems <div id="journalDescription"> <div style="text-align: justify;"> <p>A Revista Interdisciplinar Múltiplos Acessos se propõe<span class="apple-converted-space">&nbsp;</span>através desse periódico a<span class="apple-converted-space">&nbsp;</span>contribuir para o desenvolvimento<span class="apple-converted-space">&nbsp;</span>do conhecimento científico, por<span class="apple-converted-space">&nbsp;</span>meio da divulgação de trabalhos de<span class="apple-converted-space">&nbsp;</span>autores nacionais e estrangeiros que&nbsp;buscam trabalhar a<span class="apple-converted-space">&nbsp;</span>interdisciplinaridade, abrangendo a diversidade das temáticas apresentadas nas publicações científicas na atualidade.</p> <p>O objetivo é propor um espaço do saber, oferecer a todos os pesquisadores interessados(a), em&nbsp;nível de Graduação e Pós-Graduação (lato sensu) e (stricto sensu), um ambiente para divulgação de suas produções intelectuais.</p> <p>Participam na organização deste periódico pesquisadores das diversas Instituições relacionadas neste site, e convidadas, com vínculo institucional com Departamento de Pesquisa e Extensão, da <a href="http://www.famesc.edu.br" target="_blank" rel="noopener">Faculdade Metropolitana São Carlos - FAMESC</a>.</p> <p>A proposta desta revista é oferecer um espaço para divulgação das suas produções intelectuais e fomentar a iniciação científica. Fazem parte deste periódico professores/pesquisadores das mais diveras áreas do conhecimento. Desde sua criação em 2015, logo passou a utilizar o D.O.I nos artigos publicados para registro dos documentos com conteúdo digital.</p> <p>Para que um artigo científico seja publicado este passa por tudo um procedimento de avaliação por pares cega, permitindo assim uma avaliação criteriosa, rigorosa e isenta.</p> </div> </div> http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/220 A ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL DENTRO DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA 2021-12-24T00:46:09+00:00 KARINE MORAES SOUZA karineenf.87@gmail.com THAIS PAINS MACHADO thaizinhabji@hotmail.com BIANCA MAGNELLI MANGIAVACCHI bmagnelli@gmail.com CARMEN CARDILO LIMA carmen_cardilo@hotmail.com <p>O papel do enfermeiro na dinâmica assistencial prestada as gestantes vêm sofrendo modificações com o decorrer dos anos. A hegemonia das condutas de caráter tecnicista vem dando espaço a ações baseadas nos conceitos de humanização e integralidade assistencial, colocando o profissional de enfermagem como componente estratégico da assistência prénatal. As funções atribuídas ao enfermeiro, em centros desenvolvedores do Programa de Saúde da Família, podem ser condensadas em ações voltadas para identificação das situações de saúde/doença, junto as condutas que envolvem a promoção, prevenção,&nbsp;recuperação e reabilitação da saúde do indivíduo, abrangendo família e comunidade. A equipe de enfermagem representa a fonte de contato paciente-profissional de saúde, e por isso deve garantir a realização de ações voltadas ao fortalecimento do vínculo PSF-Família, assegurando o bem-estar da gestante para que assim aumente o grau de confiança e por consequência otimize a transmissão de informações, possibilitando o acesso a todas as<br>condutas preconizadas pela legislação de forma clara e eficiente. Diante do exposto, este estudo investigou o papel da equipe de enfermagem na assistência prestadas as gestantes acompanhadas em centros desenvolvedores do Programa de Saúde da Família.&nbsp;</p> 2021-12-22T18:16:54+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/180 A AUTOMEDICAÇÃO E USO INDISCRIMINADO DE ANALGÉSICOS: a importância da atenção farmacêutica 2021-12-24T00:46:09+00:00 Thais Damas Pereira thaisdamas97@hotmail.com Lucas Ramos Crizostomo lucascrizostomo15@hotmail.com Milena Arrivabene Calmon milena.calmon@hotmail.com Fernanda Castro Manhães castromanhaes@gmail.com Luciana de Oliveira Fumian Brasil lucianafumian@gmail.com <p>A dor pode ser considerada uma experiência desagradável tanto de forma sensorial como no espectro emocional. Desde as épocas mais remotas, já se utilizavam plantas medicinais com potencial analgésico e anti-inflamatório, na tentativa de suprimir esses estímulos dolorosos. No âmbito farmacológico os fármacos analgésicos, podendo esses ser divididos em duas classes distintas: opióides e não opióides. Devido ao incomodo proporcionado por tais estímulos dolorosos, a prática da automedicação e do uso irracional desses é algo muito presente na sociedade. Todavia, tal ato pode proporcionar diversos efeitos deletérios para a saúde dos indivíduos. Portanto, o trabalho se justifica na necessidade em discorrer sobre a automedicação e uso indiscriminado de fármacos com efeito analgésico, como forma de conscientizar a população sobre os riscos potenciais e malefícios. Dessa forma, o estudo propõe como principal objetivo a avaliação do perfil de utilização de analgésicos de venda livre em uma drogaria do município de Faria Lemos – MG. Trata-se de um estudo transversal, de caráter descritivo, apresentando uma abordagem quantitativa, onde os dados foram coletados com o auxílio de um questionário. Os resultados apontaram que a automedicação permanece como um fenômeno inerente a sociedade e, portanto, a importância de sua discussão e combate.</p> 2021-12-22T18:19:48+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/183 UM LEVANTAMENTO SOBRE A PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS ACERCA DOS IMPACTOS DA PANDEMIA NA ÁREA DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO 2021-12-24T00:46:09+00:00 Wellington Tadashi Yamamoto ra93012@uem.br Lorena Enami lorena.enami@gmail.com Beatriz Lavezo dos Reis bia.lavezo@gmail.com Edwin Vladimir CArdoza Galdamez evcgaldamez@uem.br Gislaine Camila Lapasini Leal gclleal@uem.br <p>O A pandemia da COVID-19 impactou globalmente e em todos os âmbitos a sociedade, em função de novas normas de saúde e segurança implementadas, mudança nas condições de trabalho e no cotidiano da população. Essas mudanças são vivenciadas de maneira diferente à medida que regiões do país, porte das empresas e até mesmo ocupação dos trabalhadores são comparadas. Em busca de analisar as consequências da pandemia na Saúde e Segurança Ocupacional (SSO), este trabalho é desenvolvido. Utilizando o método survey para coleta e análise de dados, por meio de um questionário aplicado à profissionais de SSO, foi avaliada a percepção dos mesmo em relação às mudanças e melhorias na área durante a pandemia. Como resultados da pesquisa foi observada a alta concordância com as medidas de prevenção à pandemia, crescimento da importância da área de SST para as organizações e homogeneidade nas respostas em todas as regiões do país. Além disso, foi possível identificar quais ações foram consideradas mais efetivas diante do cenário, sendo relevantes as ações para higiene pessoal e do ambiente de trabalho, treinamentos voltados à utilização de equipamentos de proteção e aproximação na comunicação entre todos os níveis da empresa, motivados pela abordagem de saúde e segurança.</p> 2021-12-22T19:07:01+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/199 TELEMEDICINA E TELECIRURGIA: UMA PRÁTICA POSSÍVEL 2021-12-24T00:46:10+00:00 Fabio Machado de Oliveira fabiomac@gmail.com Artur de Siqueira Nunes Reis artursnr@gmail.com Francisco José de Lira Ferreira francisco.jf757@gmail.com Walquiria Faber Prucoli walquiriafaber@yahoo.com.br <p>O presente artigo tem como pressuposto abordar a evolução tecnológica na medicina e a resolução legal para a telecirurgia. Nesse sentindo, observa-se o avanço tecnológico virtual, de forma <em>on- line</em>, em que de um lado está o paciente e do outro o médico, independentemente de onde esteja localizado territorialmente. Assim, a telemedicina é vista como uma nova modalidade, sendo fundamental para o ramo da saúde e como um moderno recurso na área médica com o propósito de abranger o atendimento territorial em função das dificuldades de acesso de grande parte da população. A era virtual tem como intuito o rompimento da distância territorial, pois irá proporcionar o expansionismo do atendimento e a aproximação do médico com o paciente. Dessa forma, compreende-se que a telemedicina é transfronteiriça, ou seja, ultrapassa as barreiras geográficas. Logo, com avanços a telemedicina pode se ramificar para inúmeras áreas, abrangendo o total cuidado aos pacientes, seja por atendimento, em questão de diagnósticos e em cirurgias em geral, por meio da robótica. Ademais, o presente estudo abordará a respeito da Resolução nº 2.227, de 2018, do Conselho Federal de Medicina, com o intuito de apresentar a base legal pertinente à temática da telecirurgia. Para tanto, a pesquisa pauta-se na análise de bibliografias apropriadas ao respectivo tema abordado, como nova prática tecnológica utilizada no Brasil e em outros países economicamente desenvolvidos. Verifica-se, então, a importância da telemedicina e da telecirurgia e seus reflexos positivos na sociedade, pois possibilita o amplo acesso a consultas, baseado no mínimo existencial do indivíduo e na dignidade da pessoa humana como dever do Estado, configurando-se um direito da população ao exercício basilar da saúde, bem como sua qualidade de vida.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> 2021-12-22T19:34:20+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/221 COVID-19 E POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL 2021-12-24T00:46:10+00:00 ALEXSANDERSON ZANON DE OLIVEIRA MELO alexzanon1997@gmail.com TAUÃ LIMA VERDAN RANGEL taua_verdan2@hotmail.com <p>O objetivo da presente pesquisa é analisar os desdobramentos da COVID-19 para a situação em vulnerabilidade social, em especial as consequências oriundas para o direito constitucional à aliemtnação adequada.&nbsp; Como é cediço, a COVID-19 produziu, em escala global, uma das maiores pandemias da Idade Contemporânea, difundindo-se rapidamente e colocando em xeque os modelos e estruturas até então conhecidos. Do ponto de vista jurídico-político-social, a pandemia colocou em debate questões sensíveis e que se vinculam à garantia das condições mínimas para o desenvolvimento humano. No caso do Brasil, a pandemia não apenas produziu, como era de se esperar, consequências no campo da saúde. Ao reverso, a pandemia foi capaz de colocar à mostra um cenário social dotado de grande fragilidade, sobretudo para a população que se encontra na faixa de vulnerabilidade social e o comprometimento de direitos básicos, a exemplo da alimentação e da saúde. De uma maneira muito complexa, a questão da vulnerabilidade social retornou ao campo da pauta política, sobretudo com o contigente populacional atingido. Como metodologia, empregou-se a pesquisa histórica e dedutiva. Como técnicas de pesquisa, optou-se pela revisão de literatura sob o formato sistemático.</p> 2021-12-22T21:16:24+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/201 A ANÁLISE DO CONHECIMENTO DE ALUNOS DO 6° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO MUNICÍPIO DE APERIBÉ-RJ SOBRE O USO RACIONAL DA ÁGUA 2021-12-24T00:46:10+00:00 DEISE FERREIRA FERNANDES PAES deisepaes@pq.uenf.br Monique da Silva Rosa de Queiroz dra.monique.rosa@gmail.com CARLOS EDUARDO DA SILVA SANCHES carlossanches@prof.educacao.rj.gov.br <p>Diante da poluição, das mudanças climáticas, do uso insustentável da água e da ameaça de sua falta, este assunto tem se tornado uma preocupação mundial. É urgente que a população utilize água de forma consciente e moderada, impedindo seu desperdício e a poluição dos rios e nascentes. O objetivo desse estudo foi avaliar por meio da aplicação de um questionário, o conhecimento dos alunos do 6° ano do Ensino Fundamental, da Escola Municipal Casimiro Moreira da Fonseca e da Escola Municipalizada Rômulo Sardinha, ambas no município de Aperibé-RJ, sobre as discussões referentes ao tema água. Para tal, foi realizado um estudo inicial sobre o uso consciente da água e os problemas relacionados à sua escassez. Logo após, foi aplicado um questionário aos alunos para coleta de dados e posterior análise sobre conhecimento dos alunos sobre o assunto. O estudo avaliou o conhecimento prévio dos alunos sobre o tema água antes que este fosse abordado em sala de aula, já que é, sobretudo nesta série, que se trabalha com este tema. O estudo mostrou que os alunos reconhecem que a crise da água já é uma realidade, porém a maioria não conhece nenhuma lei sobre o seu uso. Observou-se que os alunos não conseguem relacionar a crise mundial da água com a sua vida e com a vida na sua comunidade. Um dos resultados mais preocupantes é o desperdício de água por parte dos alunos. A maioria afirmou que ao tomar banho, se ensaboa com o chuveiro ligado e escova os dentes com a torneira aberta. Poucos alunos estão sensibilizados a economizarem água. Foi constatado que as escolas já haviam trabalhado o assunto, mas evidencia-se que as aulas não alcançaram seu objetivo, pois não garantiram aos alunos o devido conhecimento sobre o tema. Segundo os alunos, somente as disciplinas Ciências e Produção Textual abordaram o tema Meio Ambiente durante as aulas, que é incluído nos Temas Transversais pelos PCN’s, devendo ser trabalhado de forma interdisciplinar em todo Ensino Fundamental. Assim, faz-se necessário mobilizar e aumentar a consciência da população em geral sobre a problemática da água e possíveis soluções. É preciso dar incentivos a ações que geram mudanças no comportamento das pessoas frente ao uso dos recursos hídricos.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Água; Escola; Meio Ambiente.</p> 2021-12-23T12:38:01+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/203 DIAGNÓSTICO SITUACIONAL DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NO SUS NOS MUNICÍPIOS DA BAIXADA FLUMINENSE, RIO DE JANEIRO, BRASIL 2021-12-24T00:46:10+00:00 Antonio Neres Norberg antonionorberg@gmail.com José Tadeu Madeira de Oliveira jtadeumadeira@gmail.com Ingrid Jardim de Azeredo Souza Oliveira guigarden@yahoo.com.br Graziela Marques Monteiro grazimarques12@gmail.com Josiane Menegucci Lima Codeço jomenegucci@gmail.com Jeison Saturnino de Oliveira profjeison@ufs.edu.br <p>A inserção da medicina natural e das práticas integrativas e complementares vêm cada vez mais sendo aplicadas em terapias com o intuito de diminuir a administração medicamentosa, principalmente após à implantação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Brasil, que recomenda a implantação e implementação de ações e serviços derivados das medicinas tradicionais no SUS. O objetivo dessa pesquisa foi diagnosticar a situação de práticas integrativas e complementares no SUS nos municípios da Baixada Fluminense. A pesquisa foi realizada no período de fevereiro a dezembro de 2019, onde foram entrevistados os responsáveis dos serviços de atendimento da rede básica de saúde e os profissionais atuantes selecionados por amostra de conveniência dos 13 municípios pertencentes à Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, Brasil. A análise dos dados foi feita de forma descritiva simples, com números totais e respectivas frequências. Foi evidenciado que no âmbito da Baixada Fluminense de uma forma geral, não existe investimento nos programas de práticas integrativas e complementares, mesmo com sua notória importância clínica e baixo custo no tratamento. Sua aceitação crescente no mundo e no Brasil parece incontestável, mas seu potencial de contribuições ao cuidado na atenção primária à saúde ainda é pouco explorado.</p> 2021-12-23T13:38:20+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/204 DIAGNÓSTICO DE CONFORMIDADES EM UNIDADES DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO ESCOLARES DE REDE PÚBLICA DO BRASIL 2021-12-24T00:46:11+00:00 Denise de Souza denises_2004@yahoo.com.br Sisnando Souza Pacheco sisnandopacheco@gmail.com Nadine Lopes Souza nlsouza1@yahoo.com.br Rosemary da Rocha Fonseca-Barroso rosemary.fonseca2017@gmail.com Rogeria Comastri de Castro Almeida rogerianut@gmail.com Laise Cedraz Pinto lcedraz@hotmail.com <p>As refeições produzidas nas Unidades de Alimentação e Nutrição Escolares (UANe) devem atender às necessidades nutricionais dos alunos e aos critérios de Boas Práticas de Fabricação (BPF) de alimentos. Este estudo objetivou revisar dados da literatura sobre avaliação de BPF em creches e escolas públicas, e fazer um diagnóstico da situação dos parâmetros de conformidades em UANe nacionais. Esta revisão integrativa foi elaborada por meio da avaliação de 18 estudos, selecionados por busca sistematizada nas bases nacionais <em>Scielo, Google Scholar </em>e <em>Web of Science</em>. Os percentuais de conformidade foram avaliados conjuntamente, de forma quantitativa, e categorizados em edificação e instalações físicas; controle de pragas; abastecimento de água; manejo de resíduo; equipamentos; higiene das mãos; manipuladores e processamento de alimentos. Para diagnóstico do risco sanitário, foram utilizados os parâmetros percentuais estabelecidos para: muito alto, alto, regular, baixo e muito baixo. Um total de 391 escolas e/ou creches, todas da rede pública, municipais e/ou estaduais foram avaliadas. As ferramentas para identificação das BPF basearam-se nas resoluções nacionais vigentes. As categorias que apresentam maiores percentuais de risco sanitário (alto e muito alto) foram equipamentos; higiene das mãos; manipuladores e processamento de alimentos. O diagnóstico de risco sanitário das UANe nacionais é, em sua maioria, regular, seguido do alto. As inconformidades incidem em ações que podem ser aplicadas por gestores, por meio de investimentos no setor, bem como motivadas pela equipe de responsáveis técnicos. As BPF devem ser implantadas e o atendimento aos critérios periodicamente verificados para melhorar a qualidade da alimentação servida.</p> 2021-12-23T17:13:56+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/222 TRANSTORNO DE ANSIEDADE: QUALIDADE DE VIDA DOS ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM 2021-12-24T00:46:11+00:00 DANIELA DE SOUZA ALMEIDA DANIALMEIDA05@GMAIL.COM LARISSA PEREIRA COSTA LARISSAPCOSTA90@GMAIL.COM <p class="Resumo" style="line-height: 115%;"><span style="font-size: 11.0pt; line-height: 115%;">A escolha do presente tema como objeto de estudo justifica-se pelo fato de ser um tema que acomete muitos jovens atualmente. Faz-se necessário conhecer e entender a ansiedade vivenciada pelo acadêmico de enfermagem e seus inúmeros sintomas. O objetivo geral desse estudo foi analisar o impacto que o transtorno de ansiedade pode causar na vida dos acadêmicos de enfermagem e os objetivos específicos foram identificar as mudanças que o transtorno de ansiedade pode causar na vida dos acadêmicos de enfermagem; e verificar quais ações podem ser implementadas a fim de melhorar a qualidade de vida dos acadêmicos de enfermagem. Trata-se de uma revisão de literatura, qualitativa, descritiva, exploratória, realizada em novembro de 2020 nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde e SciELO utilizando-se os descritores enfermagem, ansiedade, estudantes. Foram incluídos estudos disponíveis na íntegra e gratuitamente, em português, dos últimos 5 anos e que se aproximavam da temática. Foram excluídos as teses, dissertações, editoriais e estudos duplicados, contabilizados apenas uma vez. Ao final foram selecionados 6 estudos. Os dados foram discutidos em duas categorias de análise: Impactos do Transtorno de Ansiedade na vida dos acadêmicos de enfermagem; e Qualidade de Vida dos acadêmicos: ações a serem implementadas. Conclui-se que transtornos de ansiedade ocorrem entre graduandos dos cursos da área da saúde devido as sobrecargas do processo de formação, entre outros fatores. Portanto, recomenda-se um maior apoio da instituição de ensino, a boa relação entre aluno e professor, além da promoção de ações que visem a preservação da saúde física e mental.</span></p> 2021-12-23T17:44:41+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/223 HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À SAÚDE DO IDOSO: UMA ANÁLISE INTEGRATIVA DA LITERATURA 2021-12-24T00:46:11+00:00 TATIANA LOPES ANTUNES TATIANA2016@GMAIL.COM VIVIANE ALVES SILVA VIVIANEALVESS197@GMAIL.COM BIANCA MAGNELLI MANGIAVACCHI BMAGNELLI@GMAIL.COM CARMEN CARDILO LIMA CARMEN_CARDILO@HOTMAIL.COM <p>A população de idosos brasileiros vem crescendo anualmente, estimativas da Organização Mundial de Saúde sugerem que o Brasil será o sexto país em número de idosos em 2025. Todavia, o envelhecimento da população traz consigo a necessidade de reflexão sobre a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos, já que a senescência, inexorável aos seres humanos, requer maior atenção ao estado de saúde. Esse estudo conduziu uma revisão sistemática com intuito de gerar informações a respeito da importância de se inserir um olhar humanizado nas condutas assistenciais de enfermagem, sobretudo aquelas voltadas ao público idoso. Foram escolhidos no final 6 artigos onde pode-se constatar que a prestação de serviços de saúde evoluiu de forma significativa nas últimas décadas e que o profissional de enfermagem é aquele que mais tempo passa em contato direto com o paciente.</p> 2021-12-23T18:28:55+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/224 A GRATUIDADE DA JUSTIÇA COMO INSTRUMENTO DE EFETIVAÇÃO DA GARANTIA CONSTITUCIONAL DA INAFASTABILIDADE DA JUSRIDIÇÃO 2021-12-24T00:46:11+00:00 ALENCAR CORDEIRO RIDOLPHI ALENCAR_CR@YAHOO.COM.BR HELTON MONTEIRO MENDES HELTONMONTEIRO_@HOTMAIL.COM OSWALDO MOREIRA FERREIRA OSWALDOMF@GMAIL.COM <p>O presente artigo tem por objetivo apresentar uma análise contemporânea do acesso à justiça no cenário jurídico-social brasileiro sob a ótica da gratuidade da justiça como instrumento de garantia ao acesso à apreciação jurisdicional.&nbsp; Dentro desta perspectiva, pretende-se por estudar a efetividade, no plano fático, deste direito constitucionalmente assegurado. Para tal, ponderam-se os questionamentos sobre quem são os hipossuficientes para fins de acesso à justiça e como aferir as suas condições de insuficiência de recursos para fins processuais? Para o desenvolvimento deste estudo foram utilizados como referências artigos acadêmicos, jurisprudências, textos de doutrinadores jurídicos, bem como a análise normativa do Código de Processo Civil e da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Como método de pesquisa e produção foram empregados os métodos analítico, indutivo e qualitativo, de forma a possibilitar a consecução do tema proposto dividido em três seções principais em que são abordados o princípio da inafastabilidade da judiação e o direito de acesso à justiça; a gratuidade da justiça como instrumento de inafastabilidade da jurisdição e a efetividade desse direito dentro de um contexto prático.</p> 2021-12-23T18:54:43+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/225 AUTONOMIA SOBRE O CORPO FEMININO? O (IR)RECONHECIMENTO DO DIREITO À LAQUEADURA COMO DIREITO REPRODUTIVO NO ORDENAMENTO BRASILEIRO 2021-12-24T00:46:12+00:00 CARULINI POLATE CABRAL CARULINIPCABRAL@GMAIL.COM TAUÃ LIMA VERDAN RANGEL TAUA_VERDAN2@HOTMAIL.COM <p>As questões relacionadas à reprodução, muito embora guardar relação com todos os indivíduos, recaem sobre o feminino simplesmente pelo fato de a maior parte desse processo ocorrer no corpo da mulher. Dessa forma, em virtude de uma herança patriarcal, centrada na figura do homem, a mulher acaba se tornando a responsável por todas as tarefas ligadas à reprodução enquanto ao homem não recai ônus algum. Dessa maneira, a figura feminina passa a ser vinculada à tarefa de procriação, organização do lar, submissão ao marido e educação dos filhos, sendo excluída da vida social. Nesse diapasão, a autonomia reprodutiva feminina é desconsiderada e a sexualidade passa a ser restrita à apenas uma parcela de indivíduos. Após o período de industrialização, às mulheres foi dada uma maior autonomia no exercício de sua sexualidade devido ao desenvolvimento de métodos contraceptivos como a pílula anticoncepcional, por exemplo. Tal fato representa um marco importante nas escolhas reprodutivas e sexuais da população feminina e nesse âmbito, o procedimento de laqueadura torna-se uma ferramenta de autodeterminação individual importante para a concretização dessa autonomia sexual e reprodutiva. Importante destacar que tal procedimento foi, por muito tempo, considerado como crime de lesão corporal qualificada vindo a ser realmente regulada pela lei 9.263/96 que normatiza o procedimento cirúrgico da laqueadura como exercício do planejamento familiar. Metodologicamente, optou-se pela utilização dos meios dedutivo e historiográfico, contando ainda com a utilização da revisão de literatura no caráter sistemático.</p> 2021-12-23T20:01:37+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/226 PERCEPÇÕES DA ENFERMAGEM SOBRE O USO DE MEDICAMENTOS FITOTERÁPICOS 2021-12-24T00:46:12+00:00 FRANÇOISE OLIVEIRA DOS SANTOS FRA.ACS@HOTMAIL.COM LARISSA PEREIRA COSTA LARISSAPCOSTA90@GMAIL.COM <p>As plantas medicinais têm grande influência na saúde das pessoas, porém a atuação do enfermeiro em orientar e auxiliar as pessoas no uso da fitoterapia ainda é insuficiente. O objetivo geral desse estudo foi identificar as percepções da enfermagem sobre o uso de medicamentos fitoterápicos. Como objetivos específicos, o estudo busca verificar quais as dificuldades apresentadas por esses profissionais e descrever quais estratégias podem ser implementadas para favorecer o uso dos fitoterápicos. Trata-se de uma revisão da literatura, qualitativa, descritiva, exploratória, realizada em novembro de 2020 na Biblioteca Virtual em Saúde e SciELO utilizando-se os descritores enfermagem e fitoterapia. Foram incluídos estudos disponíveis na íntegra e gratuitamente, em português, dos últimos 5 anos e que se aproximavam da temática. Foram excluídos as teses, dissertações, editoriais e estudos duplicados, contabilizados apenas uma vez. Ao final foram selecionados 10 estudos. Os dados foram discutidos em duas categorias de análise: Implementação da Fitoterapia na Atenção Primária à Saúde; e Dificuldades e Estratégias apresentadas por enfermeiros na implementação da Fitoterapia. Os profissionais da saúde reconhecem a importância da fitoterapia na atenção básica, porém eles percebem que seu conhecimento não é suficiente para implementá-la adequadamente. Desse modo, os problemas políticos e a falta de treinamento dos profissionais de saúde são as principais dificuldades percebidas. Conclui-se que é importante incorporar esse conhecimento ao currículo de formação desses profissionais, bem como faz-se necessário um olhar atento dos gestores da saúde sobre os profissionais, verificando as dificuldades apresentadas e elaborando estratégias para minimizar essa lacuna, como cursos de capacitação e educação continuada.</p> 2021-12-24T00:27:50+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/227 A MASSIFICAÇÃO DO PARTO CESAREANO À LUZ DE UMA PERSPECTIVA BIOÉTICA E DO BIODIREITO: PENSAR O TEMA À LUZ DA DOUTRINA DA PROTEÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA 2021-12-24T00:46:12+00:00 JÉSSIANE SCHITINI CABRAL SISA-CABRAL@HOTMAIL.COM TAUÃ LIMA VERDAN RANGEL TAUA_VERDAN2@HOTMAIL.COM <p>A introdução e o avanço da metodologia cirúrgica dentro da esfera obstétrica, impulsionou o declínio do parto natural e massificou o parto cesariano. Deste modo, o objetivo do presente instrumento é promover a compreensão da necessidade de se estimular o parto vaginal, através de mecanismo que assegurem à parturiente o conhecimento acerca do parto natural e seus benefícios à parturiente e ao bebê. Para melhor elaboração e estruturação do presente trabalho foi utilizado o método historiográfico e dedutivo. Ademais, como principal técnica de pesquisa foi feita a revisão de literatura de vários textos acadêmicos bem como a leitura de algumas obras de autores com conhecimento dentro da temática. À criança é assegurado o direito ao nascimento humanizado e a promoção de sua saúde de modo integral, o que é facilmente contrariado com a cultura de massificação do parto cesariano, que além de apresentar mais riscos à mãe e ao bebê, deixa de oferecer diversos benefícios que o parto natural assegura, inclusive referentes à lactação. O parto humanizado, deve ser oferecido em benefício da mãe e do bebê, proporcionando um ambiente seguro e tranquilo para que haja um bom parto e um bom nascimento. Esses direitos são assegurados tanto pela Constituição Federal de 1988, quanto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECRIAD), visando a promoção dos direitos maternos e infantis.&nbsp; Assim, é crucial a implementação de políticas públicas que tenham por objetivo a estimulação do parto natural, e que estas, por sua vez, sejam implementadas de modo a levar conhecimento à gestante e respeitar a vontade desta, haja vista, a previsão de que é disponível à gestante a escolha da via de parto.</p> 2021-12-24T00:33:17+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/228 VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COM ÊNFASE NO MONITORAMENTO DA SÍFILIS COMO PRÁTICA DE SAÚDE PÚBLICA: A PROPOSTA DE UM MODELO TEÓRICO-LÓGICO 2021-12-24T00:46:12+00:00 LEÔNDRO LUIZ DA SILVA LEO_SOFT@TERRA.COM.BR REGINA COELI MAGNELLI RCMAGNELLI@GMAIL.COM ALINE MÁRCIA FERREIRA DIAS DA SILVA JANUÁRIO DIASILVA.A@HOTMAIL.COM BIANCA MAGNELLI MANGIAVACCHI bmagnelli@gmail.com <p>O objetivo deste trabalho foi observar e avaliar a vigilância epidemiológica no enfrentamento da Sífilis congênita e as particularidades no âmbito da administração pública, tendo em vista o cenário epidemiológico da infecção e os dados disponíveis nos sistemas de informação do Ministério da saúde. O enfrentamento da Sífilis Congênita no Brasil se apresenta atualmente como prioridade dentro das propostas de pactuação federativa devido ao crescente número de casos notificados nos últimos anos. No entanto, existem inúmeros fatores que dificultam a efetiva da inclusão de ações e atividade, dentre as quais se apresentam propostas e perspectivas para sua superação do quadro presente e da incidência de novos casos de sífilis. Para a identificação do cenário epidemiológico foram analisados os indicadores e dados da sífilis entre os anos de 2010 e 2020. A partir da avaliação desses dados foi elaborado o modelo teórico-lógico para o enfrentamento da sífilis congênita, com base nos componentes, ações e objetivos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Para a construção do modelo foram utilizados a legislação brasileira e documentos orientadores para o controle da Sífilis no Brasil, para a proposição das etapas necessárias à transformação das metas em objetivos a serem alcançados pela Vigilância Epidemiológica. O acompanhamento pré-natal da gestante é fundamental e o alto número de dados ausentes/ignorados ou subnotificados identificados neste estudo pode ser considerado como uma avaliação indireta da assistência pré-natal de baixa qualidade. Torna-se urgente o desenvolvimento de ações sistemáticas e integradas que possibilitem o diagnóstico e tratamento precoce das gestantes e seus parceiros, bem como ações que reduzam a manutenção da dinâmica de transmissão da doença.</p> 2021-12-24T00:44:46+00:00 ##submission.copyrightStatement##