CONHECIMENTO DOS DISCENTES DE ENFERMAGEM DA FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS – FAMESC SOBRE A HANSENÍASE

  • Viviana Romualdo Leite FAMESC
  • Aparecida de Fátima Teixeira Oliveira FAMESC
  • Bianca Mangelli Mangiavacchi FAMESC http://orcid.org/0000-0002-9682-4869
  • Livia Mattos Martins FAMESC
Palavras-chave: Hanseníase, Lepra, Vigilância em saúde, Epidemiologia

Resumo

A hanseníase é uma doença curável com tratamento, entretanto, a falta ou pouco conhecimento da população e dos profissionais de saúde sobre a doença é um fator que contribui para diagnósticos tardios, quando o doente já apresenta graus de incapacidade física. Nesse contexto, os objetivos do estudo são descrever a hanseníase, abordando suas causas, classificação, diagnóstico e tratamento e analisar o conhecimento dos estudantes de enfermagem sobre a doença. O presente estudo de campo foi do tipo exploratório, com análise quantitativa. A pesquisa foi realizada com 66 discentes do curso de enfermagem da FAMESC, no mês de junho de 2017. Para realizar a coleta de dados utilizou-se um questionário semi-estruturado, contendo 12 questões, que buscaram analisar, além do perfil da amostra, o grau de conhecimento sobre a hanseníase. Concluiu-se que tanto estudantes, no decorrer dos cursos de graduação, quanto os profissionais da saúde necessitam ser melhor esclarecidos sobre a hanseníase, pois é uma doença que tem cura e que o seu reconhecimento precoce, com o tratamento adequado, evita a transmissão e previne sequelas que podem ser muito graves, quando a doença não é detectada e tratada.

Publicado
2018-12-27
Como Citar
Leite, V., Oliveira, A. de F., Mangiavacchi, B., & Martins, L. (2018). CONHECIMENTO DOS DISCENTES DE ENFERMAGEM DA FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS – FAMESC SOBRE A HANSENÍASE. Múltiplos Acessos, 3(2), 70-84. Recuperado de http://multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/83
Seção
Artigos